Sobre planos, conquistas, e o que não aconteceu

De repente, já é Dezembro. Os posts do Girl Etc andam um pouco sumidos, eu sei. Acabou que todas as meninas que aparecem por aqui passaram por muitas mudanças – ao mesmo tempo – e o blog foi ficando em segundo, terceiro… até quarto plano.

Pessoalmente falando, o ano começou com minhas milhões de metas, aquela listinha nada básica de objetivos. Posso dizer que consegui fazer muita coisa, dentre elas um projeto de financiamento coletivo pra lá de especial com o Instituto Flor Gentil através do Floriografia. Também tive a oportunidade de organizar o curso de Mídias Sociais na Limonar – 45 pessoas inscritas, 2 noites, e muitos likes fizeram parte! Porém, muita coisa ficou só no papel, ou saiu do papel mas não deu certo.

Trabalho com produção de conteúdo digital há 5 anos – a maioria fazendo muitos posts no adoroFARM. Nessa brincadeira (sim, isso tudo começou como distração do trabalho que não gostava quando ainda morava em NY), descobri que gosto de trabalhar com pesquisa, com web, com branding, com criação, com compartilhamento. O Girl Etc começou com minha curiosidade de conhecer as empreendedoras por trás de várias marcas e empresas que eu curtia. E como foi prazeroso conhecer todas essas pessoas inspiradoras.

Nesse meio tempo, surgiu (na minha cabeça mirabolante que nunca pára de pensar) um outro projeto que de certa forma é uma extensão do blog. Mas por medo não o coloquei em modo de execução no segundo semestre, seguindo o que estava escrito naquela minha listinha. Falando nela, acredita que um dia desses simplesmente rasguei, picotei, e joguei tudo fora. Foi um alívio. Não sinto mais a pressão de fazer tudo que estava escrito até o ano acabar. Afinal, as coisas mudam, o tempo passa, mas no fim, tudo fica bem. Très bien, de preferência.

Esse medo – do fracasso, de não dar certo, de dar certo mas não ser o que eu realmente queria fazer da vida – é paralizante. Porque a gente tem tanto medo de fazer as coisas acontecerem? Essa é a armadilha da auto sabotagem. E como sabotar essa auto sabotagem? Não descobri ainda. Quem sabe em 2017 😜. Porque sou daquelas que acredita que amanhã vai ser sempre melhor. Só falta acreditar no hoje.

P.S. esse não é um post de despedida do blog. Só pedimos tempo para conseguir colocar tudo em ordem na casa. 

 

Save

Comments are closed.